Capitulo 1: O Segredo

Imagem de ocean, beauty, and blackandwhite

“Vocês não podem conta a ninguém”. Aquela frase ressoava na minha mente, como uma onda que bate incansavelmente nas pedras.
Eu sabia que era importante guardar segredo. Eu e Ash nunca havíamos contado a ninguém. Era um juramento que tínhamos feito a nossa mãe em seu leito de morte. 
Nem todos do nosso povo eram amistosos, se as pessoas erradas soubessem do segredo uma guerra poderia ser desencadeada.
 - Prometemos – Dizemos os dois em uníssono
- Amo vocês meus pequenos. Ajudem seu pai a governar, um dia tudo isso será de vocês e iram precisar proteger seu povo. – A voz dela estava fraca, não era mais com que estávamos acostumados.
Sem conseguir dizer mais nada, ela pousou sua mão sobre a nossa, deixando o frágil cristal na palma de minha mão. Fechando seus olhos, descansou para sempre.
Nós precisávamos proteger esse segredo. 
A cada dezoito anos o herdeiro fica com o governo do reino, nesse caso esse será o primeiro ano que ele será dividido entre irmãos já que eu e Ash somos gêmeos. A responsabilidade de proteger todos estará sobre nós.


°°°°


4 anos depois.

- Eu vou fazer você engolir bolhas Syrena. Sou mais rápido que você. - Gritou Ash telepaticamente em minha cabeça, Enquanto passava por mim nadando. 
- Nós somos gêmeos nossa velocidade é mesma.  - Respondi.
A vantagem de você morar no fundo mar é que não precisa se comunicar como aqueles humanos que abrem a boca o tempo todo para falar. Eles denominam o que fazemos de telepatia, mas é mais como enviar ondas sonoras. 
- Quem chegar por último na ponte do castelo é uma tartaruga velha. - E sorrindo ele saiu em disparada pela minha frente.
Ambos tínhamos a calda verde da cor de nossos olhos e dependendo da luz elas variavam nos tons.
Eu sabia que não seria justo roubar, mas nós nunca levávamos corridas a sério. Com apenas um chamado Vix a golfinha que ganhei de aniversário aos quinze anos, apareceu na minha frente.
- Pronta para uma corrida Vix? - Acariciei o corpo cinza dela, e me segurei na dorsa. - Quem é a tartaruga agora Ash? 
Ash me olhou surpreso ao ver que eu o ultrapassei. Normalmente sempre perdia nossas corridas. Não gosto de nadar rápido, você não percebe os movimentos das algas ou os raios de sol que intercalam fracos no fundo do mar, os pequenos peixes que transitam em nosso reino. Eu era apaixonada por tudo aquilo. Meu irmão pelo contrário adorava o mundo humano e sua "fascinante" forma de viver como ele descrevia, para mim não passam de assassinos com duas pernas que poluem nossas águas. 
- Obrigada Vix, foi uma ótima corrida - Joguei um petisco de camarão para agradá-la e saiu pelas águas.
- Não me lembro de ter adicionado trapaça nos nossos termos de corrida - Falou Ash, fazendo aquela expressão falsa de desentendido enquanto ergue apenas a sobrancelha esquerda. 
- Não possuímos termos de corrida, supere a perda irmãozinho. - Dando uma piscada joguei minha calda em seu rosto. 
- Syrena pare. - Falou meu irmão rindo - Vamos para o castelo porque hoje teremos Fiesta
- E lá vem você dar uma de mexicano humano. E para de rebolar essa calda, vou ficar traumatizada. - Revirei meus olhos e sai na sua frente, em direção a nosso castelo. 
Ele possuía três torres, meu quarto ficava na primeira torre. Era cinza como um golfinho, porém sua entrada era feita de uma ponte de ostras de diversas cores. Ao entra você avistava o trono feio de ouro, onde meu pai estava sentado naquele exato momento com um olhar preocupado em direção as vastas águas.
- O que lhe preocupa papai?  - Eram raros os momentos que via meu pai com aquela expressão, ele estava ficando velho. Os olhos já estavam cansados, porém seus cabelos eram loiros e longos, mas ele não usava barba comprida como nas histórias humanas. Seus olhos eram verdes como o meu, sua calda era tão azul quanto às águas que nos cercavam. 
- Nada minha peixinha, apenas assuntos do reino que preocupam, mas está tudo sobre controle, após essa noite você ficará a par de tudo. - Seu sorriso era doce.
- Não sei se estou pronta. - Falei enquanto nadava na direção do trono para me aproximar. 
- Não está pronta para ter seu próprio tritão? Mandei fazer ele especialmente para seu tamanho. 
- Eu quero muito meu tritão, mas... - Eu estava insegura a quanto governar, meu irmão levava jeito, mas ninguém iria me respeitar eu não transmitia segurança como minha mãe.
- Sem falar que eles são ótimos para coçar as costas, acredite, quanto se vai ficando velho, elas coçam mais. - Ele tentava me animar - Porém minha peixinha se o que está lhe incomodando é fato de governar sou sincero, é difícil, as vezes temos que tomar decisões que nem sempre todos aprovam, mas enquanto eu estiver vivo irei lhe ajudar e seu irmão também. Não se preocupe. - Sua mão brincava com meus fios que flutuavam na água. - Você me lembra muito ela - continuo - Sua postura, seus cabelos e sua doçura foram herdados dela e ela foi uma das melhores rainhas para este reino, como você será. E quem conquistar seu coração saberá a sorte que possuí. - Deu-me um beijo na testa e saiu me deixando flutuando em pensamentos. 
Eu queria ser uma boa rainha, e depois de coroada nós tínhamos um ano para encontrar alguém ou o reino escolheria seu parceiro. Eu não queria me casar e também não estava apaixonada por ninguém, queria ser independente, apenas eu e meu irmão. 
- Vai boiar por muito tempo com esses seus miolos, ou podemos subir e nós arrumar? Quero dançar muito hoje. - Ash vinha todo animado, ele adora festas e não se importava com as responsabilidades. Amanhã acordaríamos governando todo o reino. 
- Vejam só se não são os dois tubarões ruivos - Dizia a voz áspera em minha mente. 
Dilan. Não havia como não reconhecer, era nosso primo e o próximo substituto do trono se minha mãe não tivesse filhos. Seus cabelos eram negros como o céu à noite e sua calda cinza como seus olhos, ele era lindo e já tentara se juntar comigo, mas a maldade e inveja irradiavam em ondas. 
- Tubarão Branco não é permitido no reino Dilan - Retrucou Ash 
- Assim você me ofende primo - Disse Dilan com seu sorriso irônico.
- Porque você não volta nadando para onde quer que estivesse antes. - Eu não suportava sua presença 
- Ora minha amada Syrena, vejo que ainda guarda rancores de mim. - Sua voz era como dentes de tubarão aranhando minha pele e escamas.
- Não gosto de ser beijada a força, creio que seu ego não tenha lhe deixado perceber, que eu não suporto sua doce companhia. - Eu queria meter minha calda em sua cara com a maior força que eu pudesse. 
- Ele o que? - Era Ash agora que ecoava pelas paredes do castelo. Havia esquecido de mencionar que Dilan havia tentando me beijar alguns dias atrás achando que me casaria com ele. 
- Agora já passou Ash fica calmo. - Falei enquanto segura seu ombro, ele já queria se atirar para cima de nosso primo.
- Não se exaltem, tenho uma proposta para vocês, referente a um segredo que guardam. - A voz de Dilan agora soava manipuladora. - Mas vamos aproveitar a festa primeiro. - E saiu nadando como se não tivesse afetado nenhum dos dois com aquelas últimas palavras.
- O que você falou para ele? - Ash havia se virado para mim agora, seus olhos verdes estavam irritados.
- Eu? Você realmente acha que eu diria algo sobre o que mamãe nos fez prometer segredo? Ash, sou eu. Sua Irmã. Syrena. Ficou louco? - Fiquei um pouco ofendida com acusação, mas odiava discussões. 
- Syrena se você sentiu algo por ele e contou, precisa me dizer. 
Ele realmente achava que eu tinha dito algo. Pelo amor Deus, jamais me apaixonaria por Dilan, apesar de sua beleza não ser das piores. 
- Ash agora você está me ofendendo. Acha que sou uma de suas sereias que lhe entrega os piores segredos por uma noite? Poupe-me de suas acusações. Eu jamais o contaria algo que prejudicasse o reino. - Uma onde de raiva subiu pela minha calda. 
- Desculpa Sy, só fui pego de surpresa. - Seu olhar era preocupado, mas sabia que estava sendo sincero. - Precisamos descobrir o que ele sabe.
- Na festa, será mais fácil, ninguém vai notar se sairmos por alguns instantes, enquanto isso vou manter o cristal perto de mim para que ninguém o roube. 

Ash assentiu e fui em direção ao meu quarto. 



Então era para esse capitulo sair apenas no Domingo, mas eu estou muito ansiosa para que vocês lessem então vou liberar hoje e se gostarem domingo terá o segundo já.
Deixem sua opinião nos comentários é muito importante para mim.
Quero fazer uma curta de no máximo dez capítulos


Beijos J.D 





Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Noossa, adoreei esse capítulo ! Ansiosa para o segundo..Foi excelente, parabéns.
    Tem post novo lá no meu blog quando puder fazer uma visitinha lá ficarei Feliz <3
    Beijoooos

    Dreams of Viih ~ www.dreams-of-viih.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, continua! Sério! Só pelo primeiro capítulo, eu já estou encantada! Não quero perder mais nenhum! ❤
    Eu também escrevo, gosto bastante, inclusive comecei uma série lá no blog.

    http://makingcolorfilm.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi oii, tudo bem?
    Tudo no seu blog é realmente lindo. O layout, posts, imagens...perfeito, parabéns!
    Já estou te seguindo!
    Dá uma passada lá no meu blog quando puder, você será sempre muito bem vinda!
    Beijão!
    http://makedamotociclista.blogspot.com.br
    Meu Twitter: @cat_343
    Meu Insta: tamiya343

    ResponderExcluir
  4. Oie Juliana =)

    Adorei a ideia de você compartilha essa história com seus leitores aqui ^^
    Vou ficar aguardando o segundo capitulo.

    Beijos e um Feliz Natal!
    ;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Muito bom e interessante o texto =)
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Adorei! São poucas as pessoas que sabem caprichar logo no primeiro capítulo! E você conseguiu!
    Gostei! Bjss (feliz natal!)
    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei bastante e estou esperando pelo próximo capítulo.
    E não posso deixar de dizer que ri litros (vibe aquática) com os diálogos.
    http://letrasfloresecores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi minha flor, está acontecendo um sorteio no meu blog, venha participar! Quem me ajudar a divulgar terá chance extra viu! É só comentar que ajudou a divulgar!

    http://resenhaaquilarissa.blogspot.com.br/2015/12/sorteioooooo.html

    ResponderExcluir